segunda-feira, 22 de agosto de 2016

CORDEL ENCANTA ALUNOS DO CECÍLIA MORAES

Um ano depois voltei ao Colégio Cecília Moraes para me encontrar e falar de cordel, com os novos alunos da EJA (Educação de Jovens e adultos). Cerca de oitenta alunos foram reunidos na sala de leitura para discutirmos um pouco sobre o cordel brasileiro e o que é este gênero literário, que cada vez mais, encanta leitores, professores e alunos Brasil afora. Foi gratificante retornar a escola, local onde em 2014 sob a tutela da professora Lucineide Vieira, realizamos um projeto no qual envolveu toda a unidade escolar. Agora voltei para apresentar o cordel aos novos alunos que chegaram a unidade em busca do aprendizado.




sexta-feira, 19 de agosto de 2016

PROGRAMA DISCUTE A RELAÇÃO DA TV COM O CORDEL

Juntamente com a cantora e poetisa Edimaria e o professor Doutor Paulo Iumatti participei do programa VER TV da TV Brasil, cuja temática foi discutir a relação da televisão com o cordel brasileiro. Apresentado pelo sociólogo e também professor da USP Lalo Leal, o nosso bate papo durou cerca de uma hora, onde foram abordados diversos aspectos desse gênero literário que vem marcando o cenário da cultura nacional. São programas como estes que possibilitam uma discussão mais apurada sobre o cordel e a cultura de um modo geral. Agradecemos ao Edmilson por ter sugerido esta pauta. O programa vai ao todos os domingos as 22:00h., e assim que ele for veiculado aviso aqui na minha página para os amigos e amigas, amantes do cordel poderem assistir.




terça-feira, 16 de agosto de 2016

PERGUNTA IDIOTA 2 E INICIAÇÃO SEXUAL NA ZONA RURAL

Após se esgotar três edições do PERGUNTA IDIOTA TOLERÂNCIA ZERO, e dez mil exemplares serem espalhados, chega o segundo volume, um pedido de muitos leitores. Esse cordel reúne as frases do cotidiano, pois que mesmo sem querer, todos nós fazemos perguntas idiotas. A obra traz respostas que irão te fazer morrer de rir, mas fique vivo. A segunda obra INICIACAO SEXUAL NA ZONA RURAL é um relançamento, pois já havia publicado independente e a editora Tupynanquim feito uma edição. Foram vendidos cerca de cinco mil exemplares e como é um cordel que discute uma problemática interessante, agora ganha novos voos com a marca da Luzeiro. Quem quiser adquirir as duas obras é só entrar em contato e na promoção do lançamento não paga o correio. As capas são do brilhante ilustrador Walfredo de Brito.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

DEBATE LITERÁRIO NO ECP DO GRAJAÚ

A periferia está movimentada e a cultura rola solta em vários locais. A convite das amigas Valéria Ribeiro e Gi Barauna conheci o Espaço ECP, do Coletivo Expressão Cultural Periférica da região do Grajaú. Expressão Cultural Periférica também é o nome da revista que teve o lançamento do quinto número. Participei de um debate com o escritor Adenildo Lima e a escritora Guerreira Xue sobre a produção literária, com a participação de jovens, estudantes, professores, jornalistas, ou seja, presença forte da comunidade engajada, que busca melhorias para o bairro. A revista lançada foi toda produzida pelo Coletivo desde as matérias a impressão. Uma tarde rica em aprendizado. No mês de outubro a revista Expressão Cultural Periférica publicará a entrevista concedi, a esta, que vem se tornando uma marca da comunicação no bairro do Grajaú. O escritor Adenildo Lima, cansado de buscar editoras, fundou a sua e já tem vários livros publicados, mas este é assunto para outra postagem.





PAULO DANTAS E O SERTÃO DE VERSOS DOIDOS

Com o poeta João Gomes de Sá e Maria José Freitas, na noite de ontem me dirigi a cidade de São Bernardo do Campo prestigiar um amigo recente, Paulo Dantas, que se apresentou no Ferradura Bar, local tradicional da cidade pela ênfase à boa música e a poesia. No espetáculo Paulo Dantas navegou pelos causos, contos e poesias, muito bem decorados e recitados com maestria, interpretação e performances das mais variadas. Parabéns meu amigo, seja bem vindo ao nosso meio poético e obrigado pela sua amizade e por no dia da sua estreia, ainda ter a gentileza de nos convidar ao palco. Rafael jovem poeta e ex-aluno de Paulo foi bom conhecê-lo assim como foi legal demais reencontrar Zaca de Oliveira. Viva a poesia.








domingo, 31 de julho de 2016

EXPOSIÇÃO CORDEL PAULISTANO É ENCERRADA

Com a presença ilustre de tantos amigos e amigas, encerrou-se hoje no Sesc Interlagos a EXPOSIÇÃO CORDEL PAULISTANO depois de quase dois meses de intensas atividades em torno do cordel brasileiro. Agradeço profundamente a toda a produção e ao Sesc pela promoção, assim como estendo minha gratidão a querida plateia que esteve presente nesta tarde. Não vou citar nomes para não ser injusto esquecendo alguém, porém cada um de vocês estarão sempre na minha memória por se disporem a nos prestigiar acolhendo o cordel em suas vidas. Esperamos que esta exposição pela importância que teve possa ser levada para outras unidades do Sesc e outras instituições. VIVA O CORDEL BRASILEIRO.







segunda-feira, 25 de julho de 2016

ENCERRAMENTO DA EXPOSIÇÃO CORDEL PAULISTANO



Meus caros amigos e amigas, depois de quase dois meses de exposição, de passar pelo palco os mais atuantes poetas cordelistas residentes em São Paulo, no próximo domingo, 31/07 será encerrada a EXPOSIÇÃO CORDEL PAULISTANO no Sesc Interlagos. Telma Queiroz me incumbiu a tarefa de plantar neste dia, mais uma semente dessa poesia que vem nascendo no coração de várias pessoas país afora. São Paulo a cidade mais nordestina do Brasil, pôde contemplar nesse período o melhor que se tem produzido na Pauliceia em matéria de poesia cordelística. Venho através desta postagem, convocar todos os meus pares e os amantes desse gênero literário para estarmos juntos nesta festa que não é minha nem de ninguém, mas exclusivamente do cordel que nos escolheu ou para produzi-lo ou para consumi-lo. João Gomes de Sá já confirmou presença e conto com a presença de outros poetas e poetisas além dos apreciadores de cordel, porque sem o público não somos nada.



sexta-feira, 22 de julho de 2016

7º CONGRESSO DE EDUCAÇÃO DE ARUJÁ

Ontem, pela segunda vez, tive a oportunidade de fazer a abertura do Congresso Educacional, que reúne todos os professores e professoras da cidade de Arujá, no Vale do Tiete. Foi um evento magnífico, falar para um grupo seleto que são os professores(as), pois a semente que plantamos junto com eles, tem a possibilidade de ser semeada e germinada em vários outros lugares. Não é todo dia que um escritor tem a possibilidade de falar para 1400 pessoas que já são cheias de conhecimento e cada vez mais buscam adquirir novas ferramentas para usar em suas aulas. O cordel sem dúvida pode ser este auxílio. Comecei e encerei a minha fala com poesia:

Meu coração me ordenou
Vá aumentar seus valores
Na cidade de Arujá
Falar com mestres, doutores
Dar beijo nas professoras
E abraçar professores.

Ao meu amigo Maurício
Muito obrigado outra vez
A prefeitura local
Que este congresso fez
Deixo um abraço apertado
No último verso obrigado
Por tudo a todos vocês.





quinta-feira, 14 de julho de 2016

DEBATE NO SESC E APRESENTAÇÃO NA BODEGA


 No sábado dia 09 tive um dia muito proveitoso, tudo em nome do cordel brasileiro: pela manhã fiz a mediação do debate sobre esse gênero literário com os doutores Aderaldo Luciano e Cristiane Cobra e o poeta Moreira de Acopiara. Esse debate aconteceu dentro da mostra do CORDEL PAULISTANO promovida pelo Sesc Interlagos e coordenada pelos produtores Telma Queiroz e Zé Geraldo. Vários amigos e amigas participaram do debate que foi muito esclarecedor acerca dessa arte que cada vez mais ganha espaço. A noite, ao lado do poeta Costa Senna, participei do Sarau Bodega do Brasil fazendo uma apresentação voltada para o humor, cuja base também é o cordel brasileiro. Agradeço a todas as pessoas que se fizeram presentes nos dois eventos para engrandecer ainda mais esse gênero literário brasileiro.



segunda-feira, 27 de junho de 2016

A ALEGRIA DO ESCRITOR

Hoje pela manhã recebi o telefone do prefeito de Itaguari - GO, o padre Agnaldo Gonzaga, que em visita a uma das escolas do município, encontrou a professora Cristiana lendo e estudando com os seus alunos o livro de minha autoria chamado A BRANCA DE NEVE, publicado pela Panda Books. Falei com a professora, que diga-se de passagem, é uma simpatia e ainda conversei com as alunas Sara e Débora, que me disseram que estavam maravilhadas com o cordel. Para um escritor não pode existir alegria maior do que escutar isso de um leitor e ainda mais criança, que não é dada a falsidade feito muitos adultos. De quebra, ainda me convidaram para ir conhecer a escola delas. Segundo o prefeito, a possibilidade desse encontro se dará no mês de agosto, portanto, professora Cristiane, Débora e Sara se preparem para fazermos uma festa literária na escola de vocês. O padre também que ainda não conheço pessoalmente, embora já nos falemos a um bom tempo, este prefeito é também poeta e eu já tive oportunidade de ler.

domingo, 29 de maio de 2016

CORDEL NA VIRADA CULTURAL DE MOGI DAS CRUZES

Mais de trezentas pessoas lotaram o Theatro Vasques de Mogi das Cruzes para assistir o Stand Up em cordel, uma proposta diferente do humor feito por Varneci Nascimento. Em sua apresentação, o poeta e humorista passeou pelo mundo do cordel brasileiro, dos causos engraçados, das situações do dia a dia da vida. Foi uma hora repleta de graça, riso e empatia entre o escritor e a plateia. Recitou cordéis de sua autoria como PERGUNTA IDIOTA TOLANCIA ZERO Vol. 2, trechos de AS PALHAÇADAS DE ZÉ ARIGÓ, O CORDEL DA HEMORRÓIDA, entre outros, além de brincar com a plateia e contar piadas que arrancaram risos e aplausos espontâneos de um público eclético pela idade e naturalmente receptivo. O show ainda contou com a participação do poeta pernambucano, residente em Mogi, Cacá Lopes. Agradecemos a produção da Virada Cultural de Mogi bem como a acolhida ao nosso artista Varneci Nascimento.

Telma Queiróz

Produtora Cultura




quinta-feira, 17 de março de 2016

BATE PAPO NO PROGRAMA PAPO SÉRIO COM CHALITA

Participei ontem 17/03 do programa Papo Sério, apresentado por Gabriel Chalita, escritor e secretário de educação da prefeitura de São Paulo. Numa conversa descontraída falamos sobre literatura, cordel, academia, enfim o papo transcorreu numa fluidez que nos surpreendemos com a rapidez do tempo. O programa vai ao em ar em breve pelo Canal de Tv do portal IG e vai ser mais uma entrevista, visando divulgar ainda a força do Cordel Brasileiro. Agradeço ao convite de Chalita para discutirmos e pensarmos o cordel como um gênero literário brasileiro.






quarta-feira, 16 de março de 2016

SARAU NA BIBLIOTECA DE SÃO PAULO

Domingo 13/03, a convite do meu amigo Ferreti fui ao Sarau mensal que acontece na Biblioteca do Parque da Juventude, ao lado do metrô Carandiru, onde tive a oportunidade de conhecer a Terezinha Dias Rocha coordenadora do evento. Foi um momento interessante, pois também apareceram por lá minha amiga Edi Maria, Silas e Ricardo e por fim o Gadelha. Mais um sarau que conheci na cidade de São Paulo, um movimento que cresce a cada dia e oferece um espaço imensurável para a poesia.





segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

A EXPERIÊNCIA DOS SARAUS

Antes de encerrar 2015 não posso deixar de mencionar uma experiência interessante vivida neste ano em São Paulo: conhecer os Saraus espalhados por esta imensa metrópole. Foi enriquecedor beber na fonte da poesia de vários poetas pujantes e cada um a seu modo, espalhando diversidade e versatilidade nos quatro cantos da cidade. Qualquer dia da semana, caso lhe sobre disposição, tem um sarau de portas abertas esperando sua poesia, com uma plateia disposta a aplaudi-lo. Sempre fui recebido com carinho e alegria, desde os coordenadores dos Saraus as plateias ecléticas e dinâmicas. Sem citar nomes para não ser injusto, agradeço a todos e espero que em 2016 possamos continuar espalhando sementes ou quem sabe até colhendo os frutos plantados durante este ano. Que no próximo ano possamos escrever para enriquecermos este mundo carente de verdade e menos fanatismo, mais abertura e menos alienação, mais acolhimento e menos preconceito. Venha 2016, repleto de boas novas.